LAST DAY ILLEGAL
Ana Margarida Cardoso

LAST DAY ILLEGAL é um dos quatro objetos audiovisuais que integram a ficção PARCAE. Nesta ficção, cada indivíduo conhece o dia da sua morte e organiza a sua vida em função deste dia. Nas últimas 24 horas de vida, estes pré-óbitos entram numa última viagem, onde em grupos de sete partilham e refletem sobre o sentido da vida e da morte.

Em LAST DAY ILLEGAL é desvendada uma perspetiva particular da vida de um dos viajantes desta nave. Num tom abstrato e minimalista, explora-se o que é viver e morrer sob a condição de refugiado. A componente sonora do vídeo, que integra o poema grego de Jazra Khaleed, assume o protagonismo e envolve o espectador numa experiência imersiva. A imagem, de natureza abstrata e contemplativa, adquire aqui uma função complementar, incentivando à recriação de um imaginário próprio, ainda que indefinido.