“ELEPHANT” THROUGH SOUND
Ana Patrícia Lapa

Na construção de ficção através dos mecanismos do cinema, um dos usos do som mais impactantes surge quando sons quotidianos simulam uma realidade que nem sempre corresponde ao que observamos no ecrã. Partindo deste princípio, “ELEPHANT” THROUGH SOUND, ensaio verbal-visual em torno do filme Elephant (2003) de Gus Van Sant, concentra-se na forma como o som desempenha um papel crucial na criação de atmosferas inesperadas e paradoxais tendo por contraponto a violência das imagens que testemunham o massacre na Columbine High School, nos Estados Unidos da América. A partir de sequências chave serão analisados vários desses segmentos sonoros, procurando sublinhar a sua estranheza.